Pular para o conteúdo principal

Servidores de aplicação e Servlets

Neste post falaremos de desenvolvimento web com o Java, utilizando o NetBeans, criaremos uma aplicação Servlet para trabalhar com o servidor de aplicação GlassFish e veremos como distribuí-la.
GlassFish
O GlassFish é um servidor de aplicações Web open source, baseado no Sun Java System Application platform Edition, sendo 100% compativel com as especificações java EE 5.
Servlet
Basicamente é uma classe da linguagem java que processa requisições e respostas dinamicamente.
Criando um projeto no NetBeans
Após uma breve descrição veremos na prática como fazer uma aplicação web utilizando o servidor de aplicações GlassFish possuindo um Servlet para o processamento de informações enviadas pos uma página jsp.
Selecione Arquivo e depois Novo Projeto, na tela que se abrir escolha Java Web e em seguida Aplicação Web.
img1
Na próxima tela devemos informar o nome do projeto e onde ele ficará armazenado.
img2
Em seguida temos as configurações do servidor de aplicações e da versão do Java EE.
img3
E por fim a definição de possíveis Frameworks a serem utilizados.
img4
Criando o Servlet
Após a criação do projeto devemos criar nosso arquivo Servlet, que em noso exemplo receberá dados de um formulário e irá imprimir um determinado valor, acesse Arquivo, Novo Arquivo e na tela que se abrir Web e Servlet.
img5
Em seguida devemos definir o nome e o local do Servlet, recomendamos que um pacote seja criado para armazená-lo.
img6
Na última tela temos a configuração do deployment, mantendo o padrão para nossa aplicação teste.
img7
Feito isso nosso Servlet estará criado, como mencionado anteriormente vamos editar seu código para que seja capaz de imprimir determinado valor.
image
Criando um formulário
Primeiramente devemos selecionar o arquivo index.jsp, apagar o conteúdo presente dentro das tags <body></body>, acessar a Paleta e arrastar um formulário para dentro das tags mencionadas.
img9
Em seguida será aberta a tela para configuração do formulário, onde devemos informar a ação (nome do nosso Servlet), o método (Post para envio de dados) a codificação e o nome do formulário.
img10
(Configurando o formulário)
Repetiremos o mesmo processo para colocar o formulário, mas desta vez iremos arrastar uma Entrada de Texto (Text Input), configurando de modo que seu nome seja “nome”, do tipo texto e largura 25.
img11
(Configurando a caixa de texto)
Para finalizar nosso formulário precisamos de um botão, na Paleta damos um duplo click no componente botão definindo o rótulo como enviar, o tipo como submeter e o nome como btEnviar.
img12
(Configurando o botão)
Finalizando
Nesse momento nossa primeira aplicação Web está pronta, quando compilarmos nosso projeto (F6) nossa página index.jsp será aberta no navegador padrão, onde deverá ser digitado um nome na caixa de texto e ao clicar no botão Enviar nosso Servlet pegará o valor da caixa de texto e apresentará no browser.
img13
(index.jsp)
img14
(Ação do Servlet)
Baixe o exemplo completo aqui.
Fonte
Desenvolvendo Aplicações Web com NetBeans, Edson Gonçalves

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iniciar e Parar Serviços do Windows (Delphi)

Em certas ocasiões nos deparamos com a necessidade de manipular determinadas atividades do SO, como iniciar ou parar um banco de dados, ou qualquer outro serviço que esteja funcionando no momento. Segue abaixo um código que encontrei na Internet para tal finalidade (não me recordo à fonte, assim que eu a encontrar colocarei).
Iniciar Serviço:

uses WinSvc;
//
// start service
//
// return TRUE if successful
//
// sMachine:
//   machine name, ie: \SERVER
//   empty = local machine
//
// sService
//   service name, ie: Alerter
//
function ServiceStart(
  sMachine,
  sService : string ) : boolean;
var
//
  // service control
  // manager handle
  schm,
//
  // service handle
  schs   : SC_Handle;
//
  // service status
  ss     : TServiceStatus;
//
  // temp char pointer
  psTemp : PChar;
//
  // check point
  dwChkP : DWord;
begin
  ss.dwCurrentState := -1;
// connect to the service
  // contr…

Alterar cores do PageControl (Delphi)

O padrão Windows todo cinza não é muito atraente, por isso quando nos utilizarmos do PageControl podemos alterar suas cores e fontes da seguinte maneira:
Em primeiro lugar devemos alterar a propriedade OwnerDraw para TRUE;
Depois implementar seu método DrawTab da seguinte maneira: //pinta a fonte
Control.Canvas.Font.Color:=clBlack;
//
// pinta a paleta / aba
Control.Canvas.brush.Color:=clSkyBlue;

PageControl1.Canvas.Rectangle(Rect);
Control.Canvas.TextOut(Rect.left+5,Rect.top+3,PageControl1.Pages[tabindex].Caption);
// pinta a parte interna (tabsheet)
PageControl1.Pages[TabIndex].brush.Color := Control.Canvas.brush.Color;
PageControl1.Pages[TabIndex].Repaint;

Caso a intenção seja manter cada aba com seu próprio estilo basta adicionar um CASE filtrando o índice das abas: case TabIndex of
  0: Control.Canvas.Font.Color:=clBlack;
  1: Control.Canvas.Font.Color:=clWindow;
  2: Control.Canvas.Font.Color:=clRed;
en…

Listar arquivos existentes em diretório (Delphi)

Mostraremos uma maneira simples e prática para listar o conteúdo de um diretório com a opção de incluir nessa listagem os arquivos de seus subdiretórios. No exemplo abaixo temos um Edit para receber o diretório a ser pesquisado um CheckBox para indicar se os subdiretórios entrarão na pesquisa um botão para efetuar a pesquisa e um Memo para listar os arquivos encontrados, no final um Edit que receberá o cálculo final (em bytes) da soma do tamanho dos arquivos. procedure TForm1.Button1Click(Sender: TObject);
begin
  tamanhoTotal := 0;
  memLista.Lines.Clear;
  ListarArquivos(edtDiretorio.Text, chkSub.Checked);
  Edit1.Text := IntToStr( tamanhoTotal );
end;
procedure TForm1.ListarArquivos(Diretorio: string; Sub:Boolean);
var
  F: TSearchRec;
  Ret: Integer;
  TempNome: string;
begin
  Ret := FindFirst(Diretorio+'\*.*', faAnyFile, F);
try
while Ret = 0 do
begin
if TemAtributo(F.Attr, faDirectory) then
begin
if (F.Name <> '.') And (F.Name &l…