Pesquisar no Programero

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Fiscalização acirrada !

O governo britânico vem se esforçando para criar medidas de fiscalização quanto à entrada no país, seja pelo medo da entrada de terroristas ou mesmo apenas para controlar a imigração ilegal, devido a isso diversos métodos tecnológicos vem sendo utilizados como as ferramentas biométricas. Um exemplo é o sistema de reconhecimento de íris (Íris Recognition Immigrating (IRIS)), que avalia o padrão da íris e o compara com a informação no passaporte.
No segundo semestre desse ano entrará em funcionamento um novo sistema nos aeroportos, o reconhecimento de face ou scan facial, os passageiros que possuírem os novos passaportes com chips que contem informações biométricas do portador já irão se utilizar desse sistema.
Existem muitas críticas a respeito da adoção dos métodos biométricos, já que antes mesmo do lançamento dos passaportes com dados biométricos especialistas afirmavam que havia falhas em 10% dos casos, uma margem muito grande parar qualquer sistema aceitável, o fato é que técnicas isoladas talvez não resultem como o esperado e sim uma mescla das soluções conhecidas se aproxime de algo realmente satisfatório.




Acima temos a imagem de uma maquina de reconhecimento de íris, seguida de uma íris sendo escaneada e por ultimo uma maquina de reconhecimento facial, para os interessados em se aprofundar mais nas técnicas e métodos de biometria eu recomendo o site howstuffworks que apresenta vários métodos alem dos já mencionados aqui.

2 comentários:

  1. Muita informação por aqui.
    Gostei! Volto sempre que puder.
    Obrigado pelas visitas. Seja sempre bem vindo.
    Um abraço e um bom final de semana.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Eduardo. Tudo bem? Sou a Clarissa e trabalho para o HowStuffWorks na Edelman, agência de RP do site aqui no Brasil. Que bom que gosta do conteúdo. Aproveito pra parabenizar pelo blog. Abraços, Clarissa

    ResponderExcluir

Obrigado por Participar do programero, fique a vontade para agradecer, retificar, perguntar ou sugerir.