Pular para o conteúdo principal

Fiscalização acirrada !

O governo britânico vem se esforçando para criar medidas de fiscalização quanto à entrada no país, seja pelo medo da entrada de terroristas ou mesmo apenas para controlar a imigração ilegal, devido a isso diversos métodos tecnológicos vem sendo utilizados como as ferramentas biométricas. Um exemplo é o sistema de reconhecimento de íris (Íris Recognition Immigrating (IRIS)), que avalia o padrão da íris e o compara com a informação no passaporte.
No segundo semestre desse ano entrará em funcionamento um novo sistema nos aeroportos, o reconhecimento de face ou scan facial, os passageiros que possuírem os novos passaportes com chips que contem informações biométricas do portador já irão se utilizar desse sistema.
Existem muitas críticas a respeito da adoção dos métodos biométricos, já que antes mesmo do lançamento dos passaportes com dados biométricos especialistas afirmavam que havia falhas em 10% dos casos, uma margem muito grande parar qualquer sistema aceitável, o fato é que técnicas isoladas talvez não resultem como o esperado e sim uma mescla das soluções conhecidas se aproxime de algo realmente satisfatório.




Acima temos a imagem de uma maquina de reconhecimento de íris, seguida de uma íris sendo escaneada e por ultimo uma maquina de reconhecimento facial, para os interessados em se aprofundar mais nas técnicas e métodos de biometria eu recomendo o site howstuffworks que apresenta vários métodos alem dos já mencionados aqui.

Comentários

  1. Muita informação por aqui.
    Gostei! Volto sempre que puder.
    Obrigado pelas visitas. Seja sempre bem vindo.
    Um abraço e um bom final de semana.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Eduardo. Tudo bem? Sou a Clarissa e trabalho para o HowStuffWorks na Edelman, agência de RP do site aqui no Brasil. Que bom que gosta do conteúdo. Aproveito pra parabenizar pelo blog. Abraços, Clarissa

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por Participar do programero, fique a vontade para agradecer, retificar, perguntar ou sugerir.

Postagens mais visitadas deste blog

Iniciar e Parar Serviços do Windows (Delphi)

Em certas ocasiões nos deparamos com a necessidade de manipular determinadas atividades do SO, como iniciar ou parar um banco de dados, ou qualquer outro serviço que esteja funcionando no momento. Segue abaixo um código que encontrei na Internet para tal finalidade (não me recordo à fonte, assim que eu a encontrar colocarei).
Iniciar Serviço:

uses WinSvc;
//
// start service
//
// return TRUE if successful
//
// sMachine:
//   machine name, ie: \SERVER
//   empty = local machine
//
// sService
//   service name, ie: Alerter
//
function ServiceStart(
  sMachine,
  sService : string ) : boolean;
var
//
  // service control
  // manager handle
  schm,
//
  // service handle
  schs   : SC_Handle;
//
  // service status
  ss     : TServiceStatus;
//
  // temp char pointer
  psTemp : PChar;
//
  // check point
  dwChkP : DWord;
begin
  ss.dwCurrentState := -1;
// connect to the service
  // contr…

Alterar cores do PageControl (Delphi)

O padrão Windows todo cinza não é muito atraente, por isso quando nos utilizarmos do PageControl podemos alterar suas cores e fontes da seguinte maneira:
Em primeiro lugar devemos alterar a propriedade OwnerDraw para TRUE;
Depois implementar seu método DrawTab da seguinte maneira: //pinta a fonte
Control.Canvas.Font.Color:=clBlack;
//
// pinta a paleta / aba
Control.Canvas.brush.Color:=clSkyBlue;

PageControl1.Canvas.Rectangle(Rect);
Control.Canvas.TextOut(Rect.left+5,Rect.top+3,PageControl1.Pages[tabindex].Caption);
// pinta a parte interna (tabsheet)
PageControl1.Pages[TabIndex].brush.Color := Control.Canvas.brush.Color;
PageControl1.Pages[TabIndex].Repaint;

Caso a intenção seja manter cada aba com seu próprio estilo basta adicionar um CASE filtrando o índice das abas: case TabIndex of
  0: Control.Canvas.Font.Color:=clBlack;
  1: Control.Canvas.Font.Color:=clWindow;
  2: Control.Canvas.Font.Color:=clRed;
en…

Listar arquivos existentes em diretório (Delphi)

Mostraremos uma maneira simples e prática para listar o conteúdo de um diretório com a opção de incluir nessa listagem os arquivos de seus subdiretórios. No exemplo abaixo temos um Edit para receber o diretório a ser pesquisado um CheckBox para indicar se os subdiretórios entrarão na pesquisa um botão para efetuar a pesquisa e um Memo para listar os arquivos encontrados, no final um Edit que receberá o cálculo final (em bytes) da soma do tamanho dos arquivos. procedure TForm1.Button1Click(Sender: TObject);
begin
  tamanhoTotal := 0;
  memLista.Lines.Clear;
  ListarArquivos(edtDiretorio.Text, chkSub.Checked);
  Edit1.Text := IntToStr( tamanhoTotal );
end;
procedure TForm1.ListarArquivos(Diretorio: string; Sub:Boolean);
var
  F: TSearchRec;
  Ret: Integer;
  TempNome: string;
begin
  Ret := FindFirst(Diretorio+'\*.*', faAnyFile, F);
try
while Ret = 0 do
begin
if TemAtributo(F.Attr, faDirectory) then
begin
if (F.Name <> '.') And (F.Name &l…