Pular para o conteúdo principal

O que devemos conhecer sobre SQL/Oracle Parte 12: Utilizando os operadores SET


Descrevendo os operadores SET


Os operadores SET são utilizados para combinar dois ou mais comandos SELECT, onde o resultado depende do operador:

  • UNION combina o resultado de dois comandos SELECT, eliminando registros duplicados;
  • INTERSECT combina o resultado de dois comandos SELECT, mostrando apenas as ocorrências únicas e comuns a ambas as consultas, ignorando tudo o que não aparece nos dois;
  • MINUS pega o resultado do primeiro comando SELECT e subtrai as ocorrências idênticas do segundo;
  • UNION ALL faz o mesmo que o UNION, porém não elimina os registros duplicados;

SELECT COD, NOME FROM FUNCIONARIOS
COD
NOME
1
MARIA
2
ANA
UNION
1
MARIA
2
ANA
3
JOÃO

UNION ALL
1
MARIA
2
ANA
2
ANA
3
JOÃO

SELECT COD, NOME FROM GERENTES
COD
NOME
2
ANA
3
JOÃO
INTERSECT
2
ANA

MINUS
1
MARIA


Para exemplificar o que cada operador produzirá com base em dois comandos SELECT, temos o quadro anterior, onde a primeira coluna indica a consulta e seu resultado e a segunda indica o resultado obtido para cada operador.


Quanto a esses operadores devemos ter em mente o seguinte:

  • Os operadores SET são posicionados entre os comandos SELECT;
  • Os comandos SELECT podem ser simples ou complexos, podem possuir clausulas GROUP BY, WHERE e até subconsultas;
  • A cláusula ORDER BY, se usada, deve ser a ultima clausula do comando;
  • É possível conectar múltiplos comandos SELECT com múltiplos operadores SET;
  • Os operadores SET possuem a mesma precedência;
  • É possível utilizar parênteses para indicar uma precedência;
  • Se uma clausula ORDER BY for usada ela deve ser a ultima, ao final dos comandos SELECT;
  • Múltiplos comandos SELECT conectados pelos operadores SET podem ser ordenados por posição ou referencia;
  • Quando utilizando a clausula ORDER BY, as colunas a serem referenciadas devem ser as colunas do primeiro comando SELECT;


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iniciar e Parar Serviços do Windows (Delphi)

Em certas ocasiões nos deparamos com a necessidade de manipular determinadas atividades do SO, como iniciar ou parar um banco de dados, ou qualquer outro serviço que esteja funcionando no momento. Segue abaixo um código que encontrei na Internet para tal finalidade (não me recordo à fonte, assim que eu a encontrar colocarei).
Iniciar Serviço:

uses WinSvc;
//
// start service
//
// return TRUE if successful
//
// sMachine:
//   machine name, ie: \SERVER
//   empty = local machine
//
// sService
//   service name, ie: Alerter
//
function ServiceStart(
  sMachine,
  sService : string ) : boolean;
var
//
  // service control
  // manager handle
  schm,
//
  // service handle
  schs   : SC_Handle;
//
  // service status
  ss     : TServiceStatus;
//
  // temp char pointer
  psTemp : PChar;
//
  // check point
  dwChkP : DWord;
begin
  ss.dwCurrentState := -1;
// connect to the service
  // contr…

Alterar cores do PageControl (Delphi)

O padrão Windows todo cinza não é muito atraente, por isso quando nos utilizarmos do PageControl podemos alterar suas cores e fontes da seguinte maneira:
Em primeiro lugar devemos alterar a propriedade OwnerDraw para TRUE;
Depois implementar seu método DrawTab da seguinte maneira: //pinta a fonte
Control.Canvas.Font.Color:=clBlack;
//
// pinta a paleta / aba
Control.Canvas.brush.Color:=clSkyBlue;

PageControl1.Canvas.Rectangle(Rect);
Control.Canvas.TextOut(Rect.left+5,Rect.top+3,PageControl1.Pages[tabindex].Caption);
// pinta a parte interna (tabsheet)
PageControl1.Pages[TabIndex].brush.Color := Control.Canvas.brush.Color;
PageControl1.Pages[TabIndex].Repaint;

Caso a intenção seja manter cada aba com seu próprio estilo basta adicionar um CASE filtrando o índice das abas: case TabIndex of
  0: Control.Canvas.Font.Color:=clBlack;
  1: Control.Canvas.Font.Color:=clWindow;
  2: Control.Canvas.Font.Color:=clRed;
en…

Listar arquivos existentes em diretório (Delphi)

Mostraremos uma maneira simples e prática para listar o conteúdo de um diretório com a opção de incluir nessa listagem os arquivos de seus subdiretórios. No exemplo abaixo temos um Edit para receber o diretório a ser pesquisado um CheckBox para indicar se os subdiretórios entrarão na pesquisa um botão para efetuar a pesquisa e um Memo para listar os arquivos encontrados, no final um Edit que receberá o cálculo final (em bytes) da soma do tamanho dos arquivos. procedure TForm1.Button1Click(Sender: TObject);
begin
  tamanhoTotal := 0;
  memLista.Lines.Clear;
  ListarArquivos(edtDiretorio.Text, chkSub.Checked);
  Edit1.Text := IntToStr( tamanhoTotal );
end;
procedure TForm1.ListarArquivos(Diretorio: string; Sub:Boolean);
var
  F: TSearchRec;
  Ret: Integer;
  TempNome: string;
begin
  Ret := FindFirst(Diretorio+'\*.*', faAnyFile, F);
try
while Ret = 0 do
begin
if TemAtributo(F.Attr, faDirectory) then
begin
if (F.Name <> '.') And (F.Name &l…