Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2012

O que devemos conhecer sobre SQL/Oracle Parte 5: Restringindo e ordenando dados

Limitando registros recuperados por uma consulta Na grande maioria dos casos apenas listar as colunas desejadas de certa tabela não é o suficiente, é necessário restringir o resultado de acordo com regras para que esse resultado possa ter algum significado, isso é alcançado pela cláusula WHERE. O WHERE não é obrigatório, mas quando usado no comando SELECT deve vir depois da cláusula FROM. Ele sempre testa todos os registros recuperados pela consulta, retornando aqueles que o satisfizerem. Para realizar as comparações da cláusula WHERE temos o operador de igualdade “=”, maior que “>”, maior ou igual “>=”, menor que “<”, menor ou igual “<=”, diferente “<>“, “!=” ou “^=”, se pertence “IN” e se contém uma parte especifica “LIKE”. Comparações com números são logicas, onde números menores são menores que números maiores. Os caracteres respeitam a ordem do alfabeto, onde “A” é menor que “Z”, e “Z” é menor que “a” (letras maiúsculas são sempre menores), além disso, os car…

O que devemos conhecer sobre SQL/Oracle Parte 4: Recuperando dados usando o comando SELECT

Executando um comando básico de SELECT O comando SELECT é utilizado para analisar, transformar e apresentar dados gravados no banco veja a sintaxe:

SELECT nome_coluna, expressão, FROM nome_da_tabela;

É possível listar na clausula SELECT colunas disponíveis nas tabelas da clausula FROM, também é possível utilizar funções, realizar cálculos, dentre outras coisas que serão vistas a seguir. Sobre o comando SELECT é importante ter em mente: Um SELECT deve possuir ao menos uma lista a ser selecionada e a clausula FROM;Colunas na lista SELECT devem pertencer a uma das tabelas da clausula FROM;

Listando as capacidades do comando SELECT O comando SELECT é muito poderoso, com ele podemos selecionar colunas de tabelas, formatar seus valores e até utiliza-los para cálculos. Quando a questão são os cálculos e importante ter em mente a precedência de operadores, onde temos com prioridade máxima os parênteses, seguido dos operadores de divisão e multiplicação e por fim adição e subtração. Como…

O que devemos conhecer sobre SQL/Oracle Parte 3: Manipulando dados

Descrevendo cada comando de manipulação e dados (DML) Comandos DML (Data manipulation language) são utilizados para inserir, atualizar e remover registros do banco. São cinco os principais comandos DML: INSERT, UPDATE, DELETE, SELECT e MERGE:

INSERT adiciona registros na tabela;UPDATE altera registros existentes na tabela;DELETE remove registros existentes na tabela;SELECT mostra dados da tabela;MERGE será visto em breve;

Inserindo registros na tabela O comando para inserir registros é o INSERT, veja a sinaxe:
INSERT INTO nome_da_tabela(coluna_1, coluna_2) VALUES(valor_1, valor_2);
No comando acima duas colunas e dois valores são listados, essa relação sempre deve ser igual, não importa a ordem em que são listadas. É possível omitir colunas durante o INSERT, desde que as restrições da tabela sejam respeitadas. Também é possível inserir sem informar nenhuma coluna, desse modo é obrigatório informar valores para todas as colunas da tabela, na ordem em que elas estiverem na própria tabela…

O que devemos conhecer sobre SQL/Oracle Parte 2: Usando comandos DDL para criar e manipular tabelas

Categorizando os principais objetos de uma base de dados
Os objetos de banco de dados disponibilizam as estruturas necessárias para que uma aplicação seja formada, ou seja, é tudo aquilo que dá sentido na concepção de uma base de dados. Esses objetos vão desde tabelas, que é a estrutura base, até objetos como visões.


Todos os objetos do banco possuem uma categoria, ou pertencem a um “schema” ou são do tipo “non-schema”. Objetos “schema” pertencem a um usuário e existem enquanto essa conta de usuário existir. Já os objetos “non-schema” existem para dar suporte ao uso do banco, como por exemplo, usuários, regras e sinônimos públicos. Um pequeno resumo sobre objetos:
Tabelas armazenam dados;Constraints são regras em tabelas;Views funcionam como “janelas/visões” para tabelas;Indexes proporcionam ganho de velocidade durante consultas em tabelas, funciona como um índice de um livro;Sequences são contadores de objetos;Synonyms são uma forma alternativa de se nomear objetos;Users são objetos …

O que devemos conhecer sobre SQL/Oracle Parte 1: Introdução ao SQL

Série de postagens sobre SQL
A algum tempo atrás, não me lembro se 2009 ou 2010, comecei a escrever uma serie de artigos contendo pontos importantes sobre banco de dados, mais precisamente Oracle. Porem um descuido e uma formatação apressada fez com que eu perdesse esses artigos. Porem recentemente, buscando uma declaração de imposto de renda, reencontrei esses artigos, a maior parte ainda esta sem formatação e outra por terminar, mas o fato de ter encontrado me deu vontade de finalizar e publicar tudo, ao todo imaginei cerca dezoito postagens abordando os mais variados tópicos.  Começaremos hoje com um pouco de historia e um rápido resumo, espero que gostem desse e dos próximos.
Banco de dados relacionais e Dr. E. F. Codd
Antes do advento dos bancos de dados relacionais, cada desenvolvedor formulava seus próprios meios de armazenar, alterar e recuperar dados, dessa forma cada aplicação tratava a informação de um modo único, tornando a …