Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2008

Internet sob rede elétrica

Já imaginou plugar seu modem na tomada? E melhor, conseguir velocidades que chegam a 200Mbps (lembrando que hoje a maior velocidade é de 30Mbps). Pois é, esse tipo de tecnologia não é nenhuma novidade já em meados do ano 2000, algumas empresas brasileiras fizeram testes, mas nada além disso. Só em 2006 é que ela entrou em foco novamente, com a instalação de uma rede esperimental em Porto Algre, a rede cobre 3,5 quilômetros de extensão atingindo velocidades de até 45Mbps.

Bom percebe-se que sua area de abrangencia e um tanto pequena, vamos ver algumas desvantagens: Manter a alta velocidade com longas distâncias, pelo encapamento plástico "roubar" os sinais de alta frequência;Os fios de cobre com tal frequência podem interferir em alguns equipamentos eletro-eletrônicos, por fazer com que os dados gerem ruído no espectro eletromagnético, além de haver possibilidade de corromper os dados pela captura do sinal de rádios e outros;Da mesma forma, alguns aparelhos podem interferir n…

Data e Hora no j2me

Segue um exemplo de como pegar a data e a hora usando o Calendar do j2me:

//
//Método para recuperação da data e hora do sistema
public String dataHora() {
//recupera data e hora atual do sistema
Calendar cal = Calendar.getInstance();
Date date = new Date();
cal.setTime(date);
String mes = String.valueOf(cal.get(Calendar.MONTH) + 1);
String dia = String.valueOf(cal.get(Calendar.DAY_OF_MONTH));
String ano = String.valueOf(cal.get(Calendar.YEAR));
String horas = String.valueOf(cal.get(Calendar.HOUR_OF_DAY));
String minutos = String.valueOf(cal.get(Calendar.MINUTE));
String segundos = String.valueOf(cal.get(Calendar.SECOND));
//
cal = null;
date = null;
//
//formata a data de modo que o tamanho do resultado seja sempre fixo
//dia
if (dia.length() < 2) { dia = "0" + dia; } //mes
if (mes.length() < 2) { mes = "0" + mes; } //horas
if (horas.length() < 2) { horas = "0" + horas; } //minutos
if (minutos.length() …

Colocar imagem em campo do dbGrid

Considerando que minha pasta de ícones esta no mesmo nível da pasta de minha aplicação, e que eu tenho em meu banco de dados o nome do arquivo isso funciona.
Procedure DBGrid1DrawColumnCell(Sender: TObject;
const Rect: TRect; DataCol: Integer; Column: TColumn;
State: TGridDrawState);
var
vl_icone : ticon;
vl_fixo : TRect;

begin
vl_fixo := Rect;
if (Column.Field = ClientDataSet1cone) and (ClientDataSet1NOME_ICONE.AsString '') then
begin
vl_icone := Ticon.Create;
vl_icone.Height := 10;
try
vl_icone.LoadFromFile(('..\Icones\'+ClientDataSet1NOME_ICONE.AsString));
DBGrid1.Canvas.StretchDraw(vl_fixo, vl_icone);
finally
vl_icone.Free;
end;
end;

end;

O ótimo LWUIT (Java ME)

Todos que começam a desenvolver com o j2me se deparam com várias limitações, mas uma com certeza é a que mais nos incomoda, a interface com o usuário. Para tornar essa tarefa mais fácil, e muito mais profissional foi desenvolvida uma biblioteca chamada LWUIT que suporta componentes visuais, temas, animações e outras coisas mais. Em uma de minhas visitas a um fórum me deparei com um tópico que me chamou a atenção, era a respeito de layout no j2me, lá recomendaram o uso do LWUIT e a partir dai comecei a estudar.
Logo de cara fiquei bem empolgado com o resultado final dos exemplos, então decidi que irei escrever algumas matérias a respeito, e nessa introdutória deixarei aqui, alem do meu testemunho favorável, links para iniciar a utilização do mesmo.

Veja alguns videos:




No PSP:





Dentro do emulador:





Vários modelos:



Comece por aqui, baixe a biblioteca, veja a documentação e comece com os exemplos: java.net lwuit

Blog de um dos desenvolvedores, recomendado: Shai's Java & LWUIT Blog

Fórum e…

Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis III (Java)

Completanto essa série de três artigos de introdução ao desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis vamos falar de escrita e leitura em arquivos texto. Algo primordial já que boa parte das aplicações necessita de persistencia para os dados.
No j2me existem outras formas para a persistencia, como o RMS, plugins como o Floggy ou mesmo XML, é provável que em posts futuros iremos apresentar como trabalhar com RMS, que é o método mais indicado, mas aqui o nosso foco será o bom e velho TXT.
Iniciando...

Vamos aproveitar a aplicação feita no post anterior e adicionar a ela os elementos necessários, que são:
- 1 textBox com três itemCommand, sendo um para salvar, outro para carregar e o ultimo para sair (ligando esse ultimo ao form).
- 1 itemCommand no form que deve ser ligado a nosso textBox
Nosso fluxo agora ficará assim:


Agora os imports utilizados:

import java.io.IOException;
import java.io.InputStream;
import java.io.OutputStream;
import javax.microedition.io.Connector;
import javax.…

Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis II (Java)

Dando continuidade ao post anterior, iremos criar nossa primeira aplicação, nosso Olá mundo, nada muito elaborado, apenas um passo a passo inicial, mostrando um pouco sobre a ferramenta e suas possibilidades.

Iniciando...

Com o NetBeans aberto vá em Arquivo->Novo Projeto, você verá a seguinte tela:


Após escolher a categoria Moblity, defina o projeto como Aplicativo MIDP, clicando em próximo teremos:


Defina o nome do projeto e os diretórios, não esqueça de desmarcar a caixa Criar MIDlet Olá, na tela seguinte teremos:


No artigo anterior foi definido que nas matérias seguintes usaríamos o SDK Series 40 da nokia, sendo assim defina a plataforma do emulador (aparelho virtual para testar nossas aplicações), o dispositivo, as configurações (CLDC-1.1) e o perfil (MIDP-2.0). Em seguida precisamos apenas avançar e finalizar a criação do projeto.

Nosso projeto está pronto e aguardando o desenvolvimento de nossa primeira aplicação então vamos iniciar criando um novo arquivo (Arquivo->Novo Ar…